MAR

Mar aos 12 anos já desenhava figuras de sua imaginação com um pouco de giz no asfalto. Com o passar dos anos, a sua escolha profissional foi natural. Durante seu curso de academia – formou-se em Design de Moda na F.A.L. – ele candidata-se a um emprego em um estúdio de animação Português “Magic Toons”, como artista de desenho. É nessa época, em 98, que ele tem sua primeira experiência com graffiti. Desde então, movido por suas convicções artísticas, Mar busca a constante auto-evolução e o movimento dos grafites – que está evoluindo globalmente.

Conhecido por seus colegas por seus personagens, ele se destaca pela maneira como constrói seus personagens e atmosferas, dando-lhes linhas e formas que os tornam únicos. Entre muitas obras comissionadas / obras de rua, individuais ou coletivas, o “VSP_Visual Street Performance” foi um dos mais notórios como exposição coletiva, sendo um dos mais importantes do género em Portugal. É também mentor do “SeixalGraffit” desde 2005 e participou na exposição internacional de ténis personalizados “We Love Sneakers” e no Tour Eurocultured na Europa de Leste.

Em 2010, participa no coletivo “Underdogs”, na Galeria de Arte Vera Cortês, e trabalha para a intervenção no parque de estacionamento Chão do Loureiro, para a EMEL em Lisboa.

2011 traz o artista para o festival “Crono” em Lisboa, “Walk & Talk” nos Açores e “Wool” na Covilhã, que mais tarde teria sido selecionado como um dos 5 melhores muros de 2011 pelo jornal nacional Público. Exposição colectiva na galeria de António Prates “Além Paredes / Beyond Walls”. Mostra coletiva no CascaisArtspace em Cascais.

2012 foi o ano das pinturas em grande escala, tendo percorrido Portugal de alto a baixo com grandes intervenções em paredes e fachadas de edifícios, como foi o caso de eventos como ARTUR em Lagos, Lourinhã e Alcântara em Lisboa. Termina o ano com uma exposição individual na galeria Influx em Lisboa, Lumiar.

O ano de 2013 começou com a criação do mural Lusíadas (Av. India), um trabalho encomendado que veio revelar-se como uma das melhores intervenções do ano graças ao seu valor simbólico e visual, seguido pela representação de Portugal no Tour Paris 13 ao lado de outros artistas. Desenvolveu a parede principal do “Prego da Peixaria” para o restaurante em Lisboa, participou no “O Bairro I o Mundo” com uma pintura em Loures, deixou um trabalho na BoideObra, Covilhã inserido como projecto social, conceito e execução para um comissionamento trabalho na Tabaqueira Portugal, e acabou com uma intervenção no Hotel Pestana, na Madeira.

2014 Desenvolveu a estrutura de base para o concerto de aniversário da banda portuguesa Xutos e Pontapés, participou na maior intervenção mural (Lionesa / Unicer) a norte, em Leça do Balio. Fez parte do evento “Expansão” em Caldas da Raínha, criou a capa de duas revistas da publicação “Expresso” sobre o 40º aniversário do 25 de abril. Deixou uma intervenção no Palácio Dulcineia (agência de logística e comunicação). Convidado a participar no evento Off the Wall, no Conrad Hotel na Quinta do Lago, Portugal.

Atualmente, seu objetivo artístico tem a ver com a exploração de novos espaços urbanos, e com a evolução incessante no campo visual, assim como no gráfico, que o graffiti ainda pode oferecer.

At the age of 12 he already drew figures of his imagination with a bit of chalk in the asphalt. Over the years his professional choice was natural. During his academy course – graduated in Fashion Design at the F.A.L. – he applies for a job in a Portuguese animation studio “Magic Toons”, as a drawing artist.It´s by this time, in 98, that he has his first experience with graffiti. Since then, moved by his artistic convictions, Mar looks for constant self evolution and for the graffiti movement-which is evolving globally.

Known by his peers for his characters, he stands out for the way he builts his characters and atmospheres giving them lines and shapes that make them unique. Among a lot of commissioned works/street works, individuals or collective shows, the “VSP_Visual Street Performance” was one of the most notorious as a colective exhibition, being one of the most important of its kind in Portugal. He is also the mentor of “SeixalGraffit” since 2005, and took part in the international exhibition of customised sneakers “We Love Sneakers”, and the Eurocultured Tour in East Europe.

In 2010, he takes part in the collective show “Underdogs” at Vera Cortês Art Gallery, and works for the intervention in the parking lot Chão do Loureiro, for EMEL in Lisboa.

2011 brings the artist to the “Crono” festival in Lisboa, “Walk&Talk” in Azores and “Wool” in Covilhã, which would later have been selected as one of the 5 best walls of 2011 by the national newspaper Público. Collective show at António Prates gallery “Além Paredes/Beyond Walls”. Collective show at CascaisArtspace in Cascais.

2012 was the year of big scale paintings, having run Portugal from top to bottom with major interventions on walls and building facades, as it was the case of events like ARTUR in Lagos, Lourinhã and Alcântara in Lisboa. Ends the year with a solo show at Influx gallery in Lisboa, Lumiar.

2013 started with the creation of the Lusíadas mural (Av. India), a commissioned work that came to reveal itself as one of the best interventions of the year thanks to it’s symbolic and visual value, followed by the representation of Portugal in Tour Paris 13 alongside other artists. Developed the “Prego da Peixaria” main wall for the restaurante in Lisboa, participated in “O Bairro I o Mundo” with a building painting in Loures, left a work in BoideObra, Covilhã inserted as a social project, concept and execution for a commissioned work at Tabaqueira Portugal, and ended up with an intervention at Hotel Pestana, in Madeira.

2014 Developed the background structure for the anniversary concert of Portuguese band Xutos e Pontapés, participated in the biggest mural intervention (Lionesa/Unicer) up north, in Leça do Balio. Was part of the event “Expansão” in Caldas da Raínha, created the cover for two magazines of the publication “Expresso” about the 40 years anniversary of the 25 of April. Left an intervention at Palácio Dulcineia (logistics and communication agency). Invited to take part in the event Off the Wall, at Conrad Hotel in Quinta do Lago, Portugal.

Nowadays, his artistic aim has to do with the exploration of new urban spaces, and with the never ending evolution in the visual field, as well as in the graphic one, that graffiti can still offer.

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.